É meu!

É meu!
Pare com o roubo de conteúdo!

25 janeiro, 2007


A flor de cerejeira (sakura) foi a flor escolhida pelos samurai para os simbolizar. O seu reinado é breve, uma a duas semanas da Primavera; a vida dos samurai também deveria ser breve e terminar com uma morte honrosa no campo de batalha. Além disso, a flor de cerejeira desprende-se com simplicidade do ramo, sem passar pelo processo de apodrecimento. O samurai devia igualmente deixar esta vida com graciosidade, sem medo ou relutância. A sua morte era "a morte louca". A sakura é a imagem da precariedade da vida e do desapego dos bens mundanos; a sua cor branca ilustra a pureza de alma desejada pelos samurai. Um conhecido ditado exprimia a simbiose entre eles e esta flor: "Entre todas as flores, a flor de cerejeira; entre todos os homens, o guerreiro".
À esquerda encontra-se uma citação do Hagakure ("Escondido na folhagem"), o Código de Honra dos Samurai, escrito por Jocho Yamamoto no séc. XVIII: "O Bushido (A Via do Guerreiro) é o desespero. Uma pessoa que esteja pronta para fazer seja o que for, indiferente ao perigo, não pode ser morta nem por dúzias delas. Os grandes empreendimentos não podem ser feitos com sensatez. Torna-te louco e desesperado."

1 comentário:

Aniki disse...

Kon'banwa mon amie Ryuko-san,
juste un petit "coucou" pour te souhaiter oyasumi nasaï,sayônara.

Kisu,Aniki.